NOTA INFORMATIVA

 

Publicado em: 18/03/2020 17:42

Whatsapp

 

A Secretária Municipal de Saúde de Campo Novo do Parecis, através da Vigilância Epidemiológica, com fulcro no Decreto Executivo n.º 49, de 19 de março de 2020, informa que no dia 17/03/2020, compareceram no Centro Hospitalar Parecis 2 (dois) pacientes com suspeita de infecção por Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Através de ação integrada entre a Vigilância em Saúde, médico, e equipe do Centro Hospitalar Parecis, 1(um) caso foi descartado para Novo Coronavírus- COVID-19.

Contudo, a paciente foi orientada para permanecer em casa ( quarentena) por medida de prevenção, aguardando reavaliação médica.

O segundo caso trata-se de uma pessoa jovem, sexo masculino, 37 anos, que procurou o serviço de saúde porque esteve em viagem em outro Estado da Federação, ele apresentou sintomas respiratórios que podem ser compatíveis tanto com Síndrome Respiratória (H1N1) quanto com doença pelo Novo Coronavírus- COVID-19. Diante disso, o paciente já se encontra em isolamento hospitalar recebendo tratamento, juntamente com sua família, por medida de precaução, conforme prevê o protocolo do Ministério da Saúde no Brasil. Foi coletado o material para exames laboratoriais para fins de confirmação que foram encaminhados para o Laboratório Central de Mato Grosso e Laboratório Adolfo Lutz, em São Paulo.

Todas as medidas de proteção individual do paciente, contatos, familiares e profissionais envolvidos estão sendo seguidas rigorosamente para garantir a boa saúde de todos.

É hora de aprimorar as medidas de prevenção, com as lavagens de mãos, evitarem aglomerações, cuidar dos idosos e, sobretudo, manter a calma para evitar comportamentos desnecessários como: hostilização de pessoas, uso indiscriminado de máscaras e a disseminação de notícias falsas.

Situação do município de Campo Novo do Parecis hoje (18/03/2020): 1 (um) caso suspeito de Infecção por Coronavírus ou Sindrome Respiratória ( H1N1) e 1 (um) caso descartado, porém em monitoramento (quarentena).

Estamos vigilantes e seguindo rigorosamente os protocolos determinados pelo Ministério da Saúde do Brasil e Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso. Pedimos a população em geral à colaboração para que não propaguem notícias que possam levar o pânico à sociedade, comprometendo assim os serviços públicos de saúde.

Nota Informativa da Secretaria de Saúde em anexo abaixo: