Chá com primeira dama busca ações de combate a violência contra a mulher

 

Publicado em: 03/12/2021 09:51 | Fonte/Agência: DECOM | Jhonathan Iranche Soares

Whatsapp

 

Na tarde da última quarta feira, 01, foi realizado na sede do CREA-MT, o “Chá com a Primeira Dama”, onde participaram mulheres lideres de diversos segmentos sendo elas,  mulheres do agro, pastora, presidente da APAE, presidente de bairro e outras; falando um pouco mais sobre a violência contra a mulher e o empoderamento feminino.

A primeira palestra ficou por conta da subtenente Patrícia, lotada pela polícia Militar no município de Campo Novo do Parecis, falando sobre a violência doméstica abordando temas como: o que é a violência doméstica, em que situação a mulher pode ser vítima se enquadrando na Lei Maria da Penha, os 5 tipos de violência domestica, sendo elas, a violência física, psicológica, moral, patrimonial e sexual, e por fim, os ciclos da violência  que se repetem tendo como conseqüência em casos mais graves, o feminicídio.

A subtenente falou também sobre o Programa Patrulha Maria da Penha que acompanha mulheres vítimas da  violência “o Programa Patrulha Maria da Penha atende as vítimas que são acompanhadas e monitoradas através de medida protetiva de urgência, embora seja bem específico atende também, qualquer mulher que por ventura esteja precisando de algum auxilio ou de informações. Essas mulheres, ou até mesmo um terceiro que presencie esse tipo de situação e queira denunciar, poderá estar me procurando diretamente na companhia militar. Atualmente, cerca de quarenta mulheres em nosso município estão sendo acompanhadas pela Patrulha, cada ação que segue contra esse tipo de atitude é válida.As mulheres que sofrem qualquer tipo de violência dentro de casa e precisam de orientação, podem estar me procurando de segunda a sexta na própria companhia da polícia militar ou entrar em contato ligando para o 190”, reforçou Patrícia.

O assunto gerou debate em busca de soluções e melhorias, visando o apoio às mulheres do município, levando em consideração que a sala era composta por lideranças, cada uma dessas mulheres poderão levar orientações às outras do seu convívio.

Na segunda palestra a Pastora Fabiana Guedes falou sobre o empoderamento feminino, citando a importância da mulher ocupar o seu lugar, reconhecendo suas capacidades, pois uma mulher empoderada exerce influência sobre outras pessoas. “existem cinco características de uma mulher empoderada, sendo elas a postura, onde suas atitudes são coerentes com o que ela prega; a pacificação, onde ela age apaziguando situações mais acaloradas; constância, onde ela se mantém sempre a mesma pessoa, independente da variação de humor ou das adversidades; o transbordo que seria compartilhar seus conhecimentos com todos; e por fim, a flexibilidade, que seria abrir mão da resistência para ser uma pessoa ensinável, disponível a novos conhecimentos influenciando também na vida das outras mulheres.

Com tantos assuntos relevantes a primeira dama ressaltou a importância de falar sobre isso e buscar soluções, “foi uma reunião muito proveitosa, uma vez que cada uma dessas mulheres aqui presentes poderá compartilhar isso com outras. A presidente de bairro, por exemplo, poderá orientar melhor uma mulher do seu bairro que esteja passando por uma situação de violência em casa e a procure em busca de orientações, nós mulheres, precisamos nos unir para realizar novas ações no sentido de trazer soluções, o chá foi importante por isso, nós debatemos, já estamos com novas idéias para um próximo evento trazendo mais informações que poderão ser compartilhadas com todas e repassadas a toda a população feminina de Campo Novo do Parecis,” concluiu Preta Casagrande.